O grande dia do comércio varejista está chegando, em 26 de novembro acontece a Black Friday 2021.

A data é esperada o ano todo por ter bons descontos e promoções, mas antes do dia oficial, algumas lojas já fazem um esquenta, dando spoilers do que os consumidores podem esperar. Por outro lado, os cibercriminosos aproveitam a ocasião para lesar o consumidor. Então, como se proteger e garantir a segurança durante suas compras nesse período?

Se liga nessas dicas de como comprar na Black Friday com segurança e sem dor de cabeça.

Comparar os preços

Atenção redobrada na hora de adquirir algum produto ou serviço, é importante saber se realmente os preços que estão sendo anunciados são menores que antes do período de promoção ou se está acontecendo o famoso “metade do dobro”.

Verificar antecipadamente os preços do produto, evita que o consumidor caia em armadilhas em relação aos descontos que estão sendo oferecidos.

Geralmente, as mercadorias mais procurados na black friday são: TVs e smartphones. Confira os valores de alguns desses itens antes da data e compare no dia.

Celulares:

  • iPhone 12 – 128GB – R$ 5.599,00
  • Samsung Galaxy A72 – 128GB – R$ 2.399,00
  • Xiomi Redmi Note 10 – 128GB – R$ 1.637,00

Televisores:

  • Smart TV 32” HD LED TCL – R$1.449,00
  • Smart TV LED 32” Samsung Tizen HD – R$ 1.439,99
  • Smart TV LED 32″ Philco – R$ 1.259,99

Videogames:

  • Xbox Series S – 500GB -R$ 2.463,00
  • PlayStation 5 – 825GB – R$ 6.599,00
  • Nintendo Switch – 32GB – R$ 2.129,00

Obs: todos esses preços listados acima são uma média entre as lojas.

Lojas online falsas e consulta de CNPJ

Você também deve ficar alerta as ofertas oferecidas pela internet, ainda mais considerando que essa Black Friday pode ser a mais digital de todas.

É preciso ter cautela para não cair em golpes, pois existem sites falsos que vendem produtos inexistentes e ainda podem clonar dados do seu cartão de crédito.

Para saber se o site é confiável é importante se certificar se a página contém as seguintes informações no topo ou rodapé: CNPJ, razão social, endereço da sede da empresa, telefone, e-mail ou formulário para contato.

Ao achar o CNPJ, basta ir ao site da Receita Federal e preencher o formulário, lá você conseguirá ver qual é a situação do estabelecimento.

Troca e devolução de produtos

Outra dica que o consumidor deve prestar atenção, é sobre a política de troca, devolução ou desistência. Em geral, a política de troca/devolução é uma regra estabelecida dentro do CDC (Código de Defesa do Consumidor) que obriga as empresas a realizarem a troca de produtos que apresentem defeitos. Para ser válida, ela deve seguir alguns prazos de estabelecimentos físicos:

  • Até 30 dias no caso de bens não duráveis
  • Até 90 dias com bens duráveis

Para lojas virtuais, a regra ainda é válida, os empreendimentos também são obrigados a efetuar a troca ou devolução, caso o consumidor se arrependa em até 7 dias após o recebimento do produto ou a efetuação da compra.

Preço do frete

É legal encontrar aquele produto com um preço bacana, mas é preciso ficar atento em outro detalhe, o frete. Faça sempre as contas sobre fretes anteriores e veja se o estabelecimento não está superfaturando em cima do seu frete. Caso o produto esteja com um ótimo valor, mas a entrega não, vale optar para retirar a mercadoria na loja.

Confira a lista de rejeitados do Procon

Essa dica é simples, pratica e eficaz. Para saber se a loja que você está comprando está bem na fita — ou não, basta olhar a lista de rejeitados do Procon, isso pode garantir um problema a menos, ao evitar um estabelecimento problemático.

Clique aqui para ver a lista.

Assine a newsletter do Gizmodo

Pesquise a reputação da loja no Reclame Aqui

Para ver o histórico de reclamações da empresa e saber a situação deles com outras vendas, basta escrever o nome da loja + reclame aqui e aparecerá todas as queixas feitas por outros consumidores sobre aquele estabelecimento.

Os produtos comerciais devem trazer informações corretas, e claras sobre suas características, qualidade, quantidade, composição, preço, garantia, prazo de validade, origem, além dos riscos que pode apresentar à saúde e a segurança dos consumidores.